Directório
 
O franchising em Angola

O Franchising é um modelo de negócio que irá crescer em Angola nos próximos anos. Depois de vingar nos Estados Unidos, na Europa e noutras regiões, este modelo comercial reúne condições para se desenvolver em países emergentes. Segundo projecções recentes, a economia angolana poderá tornar-se a quinta maior do continente africano em 2014, à frente de Marrocos e Líbia, por exemplo, sendo superada apenas pela África do Sul, Nigéria, Egipto e Argélia. Isto significa que o franchising, enquanto modelo comercial moderno, pode crescer no nosso país durante os próximos anos.Em termos práticos, o franchising é um sistema em que uma empresa (franchisador) cede a outra empresa ou empresário (franchisado) o direito de utilizar a sua marca e comercializar os seus produtos/serviços, mediante contrapartidas financeiras. Destina-se por isso a quem pretende abrir um negócio próprio, sem correr os riscos de o fazer sozinho, mas sim com o apoio de uma marca e conceito já testados. O interessado, então, associa-se a uma marca já estabelecida e paga um valor para ter uma loja sob seu comando, tornando-se um franchisado, ou franqueado.

A empresa franchisadora oferece ao franqueado a marca, o direito a comercializar seus produtos ou serviços, formação inicial, apoio permanente, entre outras vantagens. O franchisado, por sua vez, paga geralmente um valor inicial a título de direitos de entrada e uma percentagem (os chamados “royalties”) sobre as vendas da sua loja.

Vários estudos demonstram que a performance comercial e financeira de uma loja de franchising é muito superior à de outra loja independente do mesmo sector. As razões são evidentes: a empresa que opta pelo franchising reduz os seus custos, que passam a ser compartilhados. Para além disso, fortalece a marca e tem mais capacidade para investir em marketing.

Em Angola, o franchising começa a dar os seus primeiros passos seguros. Para tal, tem contribuído a inauguração de diversos shoppings modernos, onde as marcas de franchising encontram um espaço natural de expansão. As principais redes que actuam já em Angola são originárias de Portugal e do Brasil, devido aos laços culturais existentes. De Portugal chegaram, por exemplo, marcas como a Lanidor e a Parfois. Do Brasil, são originárias a Livraria Nobel, Sapataria do Futuro, Werner’s, Mundo Verde e Pastelândia, entre outras.
Vários sectores representam boas oportunidades de investimento em franchising em Angola. É o caso da moda, designadamente vestuário, acessórios e calçado, mas também os conceitos relacionados com estética, beleza, saúde e educação.


Partilhar o artigo: Twitter Facebook Google LinkedIn SapoLinks

Não existem outras notícias relacionadas com este artigo.
Notícias | Opinião | Contactos | Política de PrivacidadeSiga-nos no Facebook!Siga-nos no Twitter!GoFranchising Portugal  
2010 Direitos Reservados